ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Bolsonaro diz que Brasil é vítima de campanha de desinformação

BRASÍLIA – O presidente disse que que o país é vítima de uma campanha brutal de desinformação sobre a Amazônia e o Pantanal na abertura da Assembleia da ONU.

Secretário-geral da ONU pede trégua nos conflitos diante do coronavírus

RIO – António Guterres afirmou que é hora de congelar conflitos  para que todos foquem de maneira conjunta ‘na verdadeira luta de nossas vidas’.

Brasil rompe tradição de 27 anos e vota na ONU por embargo econômico a Cuba

NOVA YORK – Pela primeira vez em 27 anos, o governo brasileiro votou, na Assembleia Geral da ONU, a favor do embargo econômico, comercial e financeiro a Cuba.

Governador do Rio vai à ONU pedir punições a países vizinhos que exportam armas para o Brasil

RIO – O governador do Rio disse que vai recorrer ao Conselho de Segurança da ONU para combater a violência no estado, que ele chamou de “genocídio”.

Trump ataca Maduro, China e Irã em discurso na ONU

NOVA YORK – O presidente dos Estados Unidos discursou nesta terça-feira (24) na Assembleia-Geral da ONU, em Nova York, logo depois de Jair Bolsonaro, que fez o pronunciamento de abertura. Trump chamou de ditador o presidente da Venezuela, disse que Nicolás Maduro é um fantoche de Cuba e acrescentou que os Estados Unidos não reconhecem mais a autoridade do venezuelano.

ONU alerta que países precisam triplicar esforços para atingir metas do Acordo de Paris

SÃO PAULO (agências internacionais) – A ONU divulgou relatório alertando que os países precisam triplicar os esforços para atingir a meta estabelecida pelo Acordo de Paris de conter o aumento da temperatura a no máximo 2 graus centígrados acima dos níveis pré-industriais. 

Macron pede ao G7 urgência para discutir queimadas na Amazônia

NOVA YORK – O secretário-geral da ONU se declarou ‘profundamente preocupado com os incêndios na Floresta Amazônica’. António Guterres reforçou que não se pode mais arcar com os danos a uma das maiores fontes de oxigênio e biodiversidade. Gutérres ressaltou que a Amazônia tem que ser protegida.

ONU condena morte de indígena e pede revisão da proposta que autoriza mineração na Amazônia

RIO (agências internacionais) – A alta comissária da Organização das Nações Unidas para Direitos Humanos condenou, nesta segunda-feira (29), a morte de um índio na Aldeia Mariry, no Amapá. Segundo a agência Reuters, Michelle Bachelet também pediu ao governo que reconsidere a proposta de abrir mais áreas para mineração na Amazônia.