Atriz Lady Francisco morre no Rio

RIO – A atriz Lady Francisco, de 84 anos, morreu, neste sábado (25), por complicações pós-operatórias no Hospital Unimed-Rio, na Barra da Tijuca, Zona Oeste carioca. A artista estava internada desde o dia 28 de abril, quando sofreu uma queda e fraturou o fêmur.
Após passar por uma cirurgia de correção, a atriz teve complicações respiratórias que agravaram o estado de saúde dela.

Dois alpinistas morrem no Everest

RIO (agências internacionais) – Dois alpinistas morreram, neste sábado (25), no pico do Everest, elevando assim para 10 o número de mortos nesta temporada de escalada da região. As vítimas são um alpinista britânico e um irlandês.

No ano passado, foram registradas cinco mortes na temporada de escalada no Everest. De acordo com especialistas, o elevado número de mortes na atual temporada pode estar ligado ao aumento das permissões para a escalada. Os alpinistas se vêem presos em “engarrafamentos” e ficam mais expostos às condições climáticas.

O Everest é o ponto mais alto do mundo, tem 8.848 metros de altura e fica na fronteira entre o Nepal e o Tibete.

Suspensão da Avianca pode cancelar mais de 8 mil voos até o fim do ano

BRASÍLIA – Se a suspensão da Avianca Brasil continuar até o fim do ano, mais de mais de 8 mil voos poderão ser cancelados. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) vetou todos os voos da companhia até que a empresa comprove a capacidade de manter as atividades em segurança.

De acordo com os dados informados pela própria empresa Avianca para a Anac, a companhia aérea tem 8.646 voos programados até o fim deste ano, que equivale em média, 39 voos por dia.

Quarta maior companhia aérea do país, a Avianca Brasil entrou em recuperação judicial em dezembro do ano passado. Até o momento, a empresa já cancelou milhares de voos, além de suspender suas operações em diversos aeroportos. A empresa, no momento, só concentra suas atividades em Rio de Janeiro, Salvador, Brasília e São Paulo.

MP/RJ pede interdição da Avenida Niemeyer

RIO – O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP/RJ) pediu à justiça, em caráter de urgência, que o estado e o município do Rio interditem o tráfego de veículos na Avenida Niemeyer, em São Conrado, na Zona Sul carioca. Segundo o órgão ainda há possibilidade de deslizamentos de terra na via.

Ainda de acordo com o MP, os moradores da face da encosta do Vidigal voltada para a Niemeyer devem ser retirados do local de forma imediata.

O Ministério Público do Rio também pede para que o poder público faça uma vistoria na encosta do Morro Dois Irmãos, na área voltada para a Avenida Niemeyer.

A via chegou a ficar fechada algumas vezes após deslizamentos de terra e pedras que aconteceram nos últimos temporais que atingiram o Rio.

Governo estuda alugar 7 mil moradias do ‘Minha Casa Minha Vida’ para famílias de baixa renda

BRASÍLIA – O governo estuda alugar para famílias com renda de até R$ 1.800, sete mil moradias do ‘Minha Casa Minha Vida’ já prontas, mas ainda sem indicação de demanda por parte de estados e prefeituras.

A medida faz parte do conjunto de alternativas em análise diante da falta de recursos no orçamento federal e do alto índice de irregularidades no programa. Nessa faixa de renda, os beneficiários pagam uma prestação simbólica. Mas a inadimplência é alta, e quem acaba tendo que cobrir o rombo é a União.

Bolsonaro participa de reunião da Sudene na primeira visita ao Nordeste como presidente

RECIFE – Na primeira visita ao Nordeste desde que foi eleito, o presidente Jair Bolsonaro participou nesta sexta-feira (24) de uma reunião do Conselho Deliberativo da Sudene – a Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste, no Recife. Também participaram do encontro os ministros Gustavo Canuto, do Desenvolvimento Regional, e Marcos Pontes, da Ciência e Tecnologia, além de dez governadores.

O superintendente da Sudene, Mário Gordilho, pediu a ajuda dos governadores para a criação do Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste. Bolsonaro, por sua vez, pediu que  os governadores ajudem a aprovar a Reforma da Previdência.

Do lado de fora, manifestantes contrários ao presidente e apoiadores de Bolsonaro participaram de um ato público. A Polícia Militar isolou os grupos para evitar confrontos, mas houve empurra-empurra e discussão entre os agentes e os manifestantes.

Anac suspende operações da Avianca Brasil

BRASÍLIA – A Agência Nacional de Aviação Civil suspendeu cautelarmente todas as operações da Avianca Brasil. A Anac esclareceu que todos os voos da empresa ficarão suspensos até que ela comprove capacidade para manter as atividades em segurança.

A agência recomenda a quem tem voo marcado para os próximos dias que entre em contato com a Avianca e não se desloque para o aeroporto até que sejam divulgadas novas informações.

A Avianca continua obrigada a cumprir integralmente a legislação que prevê a oferta de opções como reembolso e reacomodação.

A empresa operava atualmente 37 voos, em média, por dia. A Avianca está em recuperação judicial desde dezembro de 2018.

Ministro Paulo Guedes avisa que deixa o cargo se Reforma da Previdência virar ‘reforminha’

BRASÍLIA – O ministro da Economia avisou que deixa o cargo, se a Reforma da Previdência apresentada pelo governo virar o que ele chamou de uma ‘reforminha’ no Congresso.

Em entrevista ao site da revista ‘Veja’, Paulo Guedes alertou que o Brasil pode quebrar já em 2020, caso a reforma não seja aprovada. De acordo com a reportagem, o ministro afirmou que, se a reforma não passar, ele pega um avião e vai morar lá fora.

Sobre as declarações de Paulo Guedes ao site da ‘Veja’, o presidente Jair Bolsonaro disse concordar com os temores do ministro de que possa haver uma catástrofe na economia sem a reforma.

O presidente também afirmou que Paulo Guedes está ‘no direito dele’ e não é obrigado a continuar no governo, caso não seja aprovada uma reforma muito próxima da que o governo encaminhou ao Congresso.

Theresa May vai renunciar ao cargo de primeira-ministra do Reino Unido

LONDRES (agências internacionais) – A primeira-ministra britânica, Theresa May, anunciou que vai deixar o cargo no dia 7 de junho após fracassar na gestão do processo de retirada do Reino Unido da União Europeia. Theresa May afirmou que decidiu deixar o governo após três derrotas no parlamento para aprovar o plano do Brexit.

A primeira-ministra britânica chorou no pronunciamento que fez em frente à casa onde mora, em Londres.

Antes de assumir o cargo, o sucessor de Theresa May terá que ser eleito líder do partido conservador e depois oficialmente nomeado chefe de governo pela rainha Elizabeth II. 

May continuará no cargo para receber o presidente dos Estados Unidos, que realizará uma visita de estado ao Reino Unido de 3 a 5 de junho.

Theresa May assumiu o executivo em julho de 2016, pouco depois de os britânicos votarem 52% a favor do Brexit no referendo de 23 de junho de 2016, sucedendo David Cameron. O mandato de Theresa May, cheio de adversidades, críticas e até mesmo conspiração dentro de seu próprio partido, entrará para a história como um dos mais curtos na Grã-Bretanha desde a 2º Guerra Mundial.