Ministério da Saúde compra produto incompatível com equipamentos usados contra o Aedes Aegypti no Rio

RIO – A Secretaria Estadual de Saúde do Rio informou que os estoques do inseticida utilizado no controle do mosquito Aedes Aegypti adultos estão abaixo dos níveis ideais no estado.

De acordo com o órgão, o Ministério da Saúde comprou um produto incompatível com os equipamentos disponíveis e isso gerou um déficit de 300 mil litros nas reservas estaduais.

O superintendente de Vigilância Epidemiológica da Secretaria, Mário Sérgio Ribeiro, explicou que problemas de formulação no inseticida comprado geraram entupimento dos equipamentos nos quais o produto é usado.