Funcionários dos Correios suspendem paralisação até o dia 2 de outubro

RIO – Os funcionários dos Correios suspenderam a paralisação, deflagrada na terça-feira passada (10), mas seguem em estado de greve até o julgamento do dissídio coletivo. A informação foi divulgada pela assessoria da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares.

O caso será julgado no dia 2 de outubro pelo Tribunal Superior do Trabalho.

Os funcionários dos Correios pedem reposição da inflação do período e são contra a privatização da estatal. Os trabalhadores também querem a reconsideração quanto à retirada de pais e mães do plano de saúde, melhores condições de trabalho e outros benefícios.

Correios suspendem serviços com hora marcada por causa da greve dos funcionários da estatal

RIO – Os Correios decidiram suspender temporariamente as postagens de serviços com hora marcada por causa da greve dos funcionários da estatal. Os serviços suspensos foram: Sedex 10, Sedex 12 e Sedex Hoje.

Apesar dessa suspensão, os Correios informaram que a rede de atendimento da empresa está aberta em todo o país e que serviços como Sedex e PAC continuam sendo postados e entregues em todos os municípios brasileiros.

A companhia também informou que já colocou em prática o chamado “Plano de Continuidade de Negócios” para minimizar os impactos da paralisação.

Os grevistas são contra a privatização dos Correios e também contra o aumento de 0,8% oferecido pela estatal. Os funcionários que cruzaram os braços querem também a reconsideração quanto a retirada de pais e mães do plano de saúde, melhores condições de trabalho e outros benefícios.

Para informações, os clientes podem entrar em contato pelo telefone 0800 725 0100.

Funcionários dos Correios entram em greve

RIO / SÃO PAULO – Os funcionários dos Correios entraram em greve geral por tempo indeterminado. A greve foi decretada em assembleias realizadas ontem (10) à noite em diferentes estados como Rio e São Paulo. 

Os grevistas são contra a privatização da estatal e querem impedir a redução dos salários e de benefícios. Os funcionários também são contra o reajuste salarial de 0,08%.

Os trabalhadores querem também a reconsideração quanto à retirada de pais e mães do plano de saúde, melhores condições de trabalho e outros benefícios.

Na capital do Rio, os funcionários dos Correios iniciaram, na manhã de hoje (11) um protesto na porta do Centro de Tratamento de Encomendas em Benfica, na Zona Norte. A polícia acompanha a manifestação e tenta impedir que os manifestantes interditem o trânsito na Rua Leopoldo Bulhões, em frente ao Centro de Distribuição.

Sindicatos dos Correios se reúnem para definir se entram em greve

SÃO PAULO – Sindicatos que representam os funcionários dos Correios farão uma assembleia amanhã (10) para definir se a categoria entra ou não em greve. Os trabalhadores e a estatal estavam negociando um novo acordo coletivo, mas a empresa suspendeu as negociações.

Os funcionários dos Correios não concordam com a proposta de reajuste salarial oferecida pela estatal, de 0,8%.

Também estão em negociação a exclusão do vale cultura, a redução do adicional de férias e o aumento da mensalidade do convênio médico.

Indio da Costa é preso em operação da PF contra corrupção nos Correios

RIO –  A Polícia Federal prendeu no Rio, nesta sexta-feira,  (6), o ex-deputado Indio da Costa, no âmbito da Operação Postal Off, que investiga denúncia de um esquema de fraudes que causou prejuízo de R$ 13 milhões aos Correios. Indio da Costa já foi candidato ao governo fluminense e à prefeitura do Rio, além de ter concorrido ao cargo de vice-presidente da República na chapa com José Serra nas eleições de 2010.

Cerca de 110 policiais federais cumpriram 12 mandados de prisão e 25 ordens de busca e apreensão no  Rio, em São Paulo e Minas Gerais. Na capital fluminense, foram 28 mandados judiciais (nove de prisão preventiva e 19 de busca e apreensão). 

Segundo a polícia, funcionários dos Correios faziam com que grandes cargas fossem distribuídas no fluxo postal sem faturamento ou com faturamento inferior ao devido.

Também foram apurados pedidos e pagamentos de vantagens indevidas envolvendo empresários, funcionários públicos e agentes políticos.

A investigação começou em novembro, em Santa Catarina, após o indício de crime que evidenciou a forte atuação do grupo em São Paulo e no Rio de Janeiro.

De acordo com a Agência Brasil, uma avaliação preliminar indicou que a atuação do grupo causou um prejuízo de R$ 13 milhões, segundo a PF. O valor se refere às postagens ilícitas já identificadas, sem a inclusão dos danos diários provocados pelo grupo investigado.

 

Governo vai privatizar Correios, Telebras, Dataprev, Serpro e mais cinco estatais

BRASÍLIA – O governo anunciou nesta quarta-feira (21), no Palácio do Planalto, um plano para privatizar nove empresas estatais. O anúncio foi feito após uma reunião do presidente Jair  Bolsonaro com o Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos. O plano envolve estatais como Correios; Telebras; Dataprev; Serpro;  Codesp e Ceagesp, entre outras.

Mas a viabilidade do plano ainda depende de análise do BNDES.  De acordo com o governo, os estudos vão indicar se há condições de mercado para concretizar a venda das empresas. As análises também poderão recomendar a manutenção ou a extinção da estatal.

O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, disse que a carteira atual do programa de parcerias de investimentos é estimada em R$ 1,3 trilhão. A perspectiva do governo é passar para R$ 2 trilhões, com o anúncio feito nesta quarta.

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, disse que a Eletrobras deve ser privatizada o mais rapidamente possível. Mas a venda da empresa depende do aval do Congresso.

PF prende integrantes de quadrilha de roubos de carga dos Correios no Rio

RIO – A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (20), no Rio, a Operação Santa Cruz, para desarticular uma quadrilha especializada em roubos de carga dos Correios. Quatro suspeitos foram presos.

De acordo com as investigações, o grupo criminoso atuava em bairros da Zona Oeste, como Recreio dos Bandeirantes e Santa Cruz, desde 2016. Em cerca de 60 roubos, a quadrilha causou prejuízos de R$ 1 milhão aos Correios.

O bando tinha até uma cartilha que ensinava a roubar os ‘amarelinhos’, como os assaltantes se referiam aos carros dos Correios.

Bolsonaro confirma Floriano Peixoto como novo presidente dos Correios e anuncia PM da reserva para a Secretaria-Geral da Presidência

BRASÍLIA – O presidente Jair Bolsonaro anunciou, nesta sexta-feira (21), o advogado e policial militar da reserva Jorge Antonio de Oliveira Francisco para assumir a Secretaria-Geral da Presidência, no lugar de Floriano Peixoto Neto, que vai assumir a presidência dos Correios.

O presidente da República fez um pronunciamento seguido por uma entrevista coletiva hoje (21) pela manhã no Palácio do Planalto.

Jorge Antonio de Oliveira Francisco será o terceiro ministro a comandar a pasta em quase seis meses de governo. Antes dele Gustavo Bebianno e Floriano Peixoto passaram pela Secretaria-Geral da Presidência.

Jorge Antonio de Oliveira Francisco trabalha desde o início do governo Bolsonaro à frente da Subchefia de Assuntos Jurídicos (SAJ), órgão que analisa a legalidade dos atos presidenciais.

Ministro Floriano Peixoto deve deixar a Secretária-Geral da Presidência para presidir os Correios

BRASÍLIA – O ministro-chefe da Secretária-Geral da Presidência, Floriano Peixoto, vai deixar o cargo para assumir a presidência dos Correios no lugar do general Juarez Cunha, que teve a demissão anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro na semana passada.

General da reserva, Floriano Peixoto é o quarto ministro de Bolsonaro a deixar o cargo.

Ainda não se sabe quem será o substituto dele.

Bolsonaro anuncia que vai demitir presidente dos Correios

BRASÍLIA – O presidente Jair Bolsonaro anunciou que vai demitir o presidente dos Correios, general Juarez Cunha. Bolsonaro argumentou que o militar se comportou como ‘sindicalista’ e se manifestou contrário à privatização da empresa, avalizada pelo presidente da República.

Bolsonaro informou que já está avaliando nomes para substituir o general Juarez Cunha no comando dos Correios. O anúncio do presidente foi feito durante um café da manhã com jornalistas, nesta sexta-feira (14).