ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Indicado para a Embaixada do Brasil nos EUA tem aval de comissão do Senado

BRASÍLIA- Indicado em outubro do ano passado pelo presidente Jair Bolsonaro, Forster ainda precisa passar pelo crivo do plenário da Casa.

Bolsonaro troca integrantes da Comissão de Mortos e Desaparecidos Políticos

BRASÍLIA – O presidente Jair Bolsonaro trocou quatro dos sete integrantes da Comissão de Mortos e Desaparecidos Políticos.  A alteração está no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (1º).

Reforma da Previdência tem texto-base aprovado pela Comissão Especial

BRASÍLIA – A Comissão Especial que analisa a Reforma da Previdência aprovou na tarde desta quinta-feira (4) o texto-base da proposta. O parecer do relator Samuel Moreira (PSDB-SP) foi aprovado por 36 votos a 13. O relatório mantém pontos do texto original, como idade mínima de aposentadoria de 65 anos para homens e de 62 para mulheres. Mas traz várias mudanças em relação à proposta do governo

Comissão da reforma da Previdência da Câmara pode começar a debater relatório hoje (18)

BRASÍLIA – A Comissão Especial da Reforma da Previdência da Câmara dos Deputados pode começar a debater hoje (18) o parecer do relator, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP). Um pedido de vista coletivo adiou o início da discussão na comissão por duas sessões do plenário, na última quinta-feira (13).

Comissão do Congresso adia votação de crédito de R$ 248,9 bilhões para o governo por falta de acordo

BRASÍLIA – Por falta de acordo, a Comissão Mista de Orçamento formada por deputados e senadores, adiou a votação do projeto de lei que autoriza o governo a obter um crédito suplementar de R$ 248,9 com títulos do Tesouro. O relator da matéria, deputado Hildo Rocha (MDB-MA), disse que a votação ficou para a semana que vem.

Comissão tira Coaf do Ministério da Justiça e impõe derrota a Moro

RIO – Por 14 votos a 11, a comissão do Congresso que analisa a Medida Provisória da Reforma Administrativa aprovou na manhã desta quinta-feira (9) a transferência do Conselho de Controle de Atividades Financeiras para o Ministério da Economia. A decisão representa uma derrota para o governo e, sobretudo, para o ministro da Justiça, Sérgio Moro, que pretendia manter o Coaf na pasta comandada por ele.