ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

PF suspende inquéritos que têm como base informações compartilhadas pelo Coaf

BRASÍLIA – A Corregedoria Geral da Polícia Federal determinou a suspensão de todos os inquéritos em andamento que se basearam em relatórios do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), sem autorização judicial.

Senado aprova redução no número de ministérios e Coaf no Ministério da Economia

BRASÍLIA – O Senado aprovou, ontem (28) à noite, a Medida Provisória (MP) editada em janeiro pelo presidente Jair Bolsonaro que reduziu de 29 para 22 o número de ministérios no governo federal.

PSL vai votar para Coaf permanecer no Ministério da Economia a pedido de Bolsonaro e ministros

BRASÍLIA – Atendendo a pedidos do presidente Jair Bolsonaro e de ministros do governo, o PSL vai votar para que o Conselho de Controle de Atividades Financeiras fique com o Ministério da Economia, como já havia aprovado a Câmara dos Deputados. A informação é do líder do partido, Major Olímpio.

Moro lamenta a mudança do Coaf para o Ministério da Economia

RECIFE – O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, lamentou o resultado da votação da Medida Provisória da reforma administrativa que transferiu o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), do Ministério da Justiça para o Ministério da Economia.

Reforma Administrativa tem texto-básico aprovado na Câmara; Coaf vai para o Ministério da Economia

BRASÍLIA – O plenário da Câmara aprovou, por votação simbólica, texto-base da Medida Provisória da Reforma Administrativa que estruturou o governo do presidente Jair Bolsonaro e reduziu o número de ministérios de 29 para 22. A proposta aprovada pelos deputados mantém o texto da Comissão Mista do Congresso. O projeto transfere do Ministério da Justiça para o da Economia o Conselho de Controle de Atividades Financeiras.

Comissão tira Coaf do Ministério da Justiça e impõe derrota a Moro

RIO – Por 14 votos a 11, a comissão do Congresso que analisa a Medida Provisória da Reforma Administrativa aprovou na manhã desta quinta-feira (9) a transferência do Conselho de Controle de Atividades Financeiras para o Ministério da Economia. A decisão representa uma derrota para o governo e, sobretudo, para o ministro da Justiça, Sérgio Moro, que pretendia manter o Coaf na pasta comandada por ele.

Relatório da reforma administrativa mantém Funai e Coaf nas mãos de Sérgio Moro

BRASÍLIA – O líder do governo no Senado e relator da medida provisória da reforma administrativa, Fernando Bezerra, apresentou o relatório a respeito da proposta. No parecer, Bezerra mantém o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) no Ministério da Justiça e Segurança Pública, sob o comando, portanto, do ministro Sérgio Moro.