Bolsonaro participa de reunião da Sudene na primeira visita ao Nordeste como presidente

RECIFE – Na primeira visita ao Nordeste desde que foi eleito, o presidente Jair Bolsonaro participou nesta sexta-feira (24) de uma reunião do Conselho Deliberativo da Sudene – a Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste, no Recife. Também participaram do encontro os ministros Gustavo Canuto, do Desenvolvimento Regional, e Marcos Pontes, da Ciência e Tecnologia, além de dez governadores.

O superintendente da Sudene, Mário Gordilho, pediu a ajuda dos governadores para a criação do Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste. Bolsonaro, por sua vez, pediu que  os governadores ajudem a aprovar a Reforma da Previdência.

Do lado de fora, manifestantes contrários ao presidente e apoiadores de Bolsonaro participaram de um ato público. A Polícia Militar isolou os grupos para evitar confrontos, mas houve empurra-empurra e discussão entre os agentes e os manifestantes.

Ministro Paulo Guedes avisa que deixa o cargo se Reforma da Previdência virar ‘reforminha’

BRASÍLIA – O ministro da Economia avisou que deixa o cargo, se a Reforma da Previdência apresentada pelo governo virar o que ele chamou de uma ‘reforminha’ no Congresso.

Em entrevista ao site da revista ‘Veja’, Paulo Guedes alertou que o Brasil pode quebrar já em 2020, caso a reforma não seja aprovada. De acordo com a reportagem, o ministro afirmou que, se a reforma não passar, ele pega um avião e vai morar lá fora.

Sobre as declarações de Paulo Guedes ao site da ‘Veja’, o presidente Jair Bolsonaro disse concordar com os temores do ministro de que possa haver uma catástrofe na economia sem a reforma.

O presidente também afirmou que Paulo Guedes está ‘no direito dele’ e não é obrigado a continuar no governo, caso não seja aprovada uma reforma muito próxima da que o governo encaminhou ao Congresso.

Governo admite mudar trechos do decreto sobre armas

BRASÍLIA – O governo avalia fazer mudanças no decreto que flexibilizou o uso e a compra de armas e munição, incluindo o item que permite a qualquer cidadão comprar um fuzil. Foi o que afirmou o porta-voz do Palácio do Planalto. Otávio Rêgo Barros disse não ter autorização para revelar que outros pontos estão sob análise da Casa Civil e que posteriormente passarão pelo crivo do presidente Jair Bolsonaro.

Embratur troca de presidente pela segunda vez

BRASÍLIA – O presidente Jair Bolsonaro trocou mais uma vez o presidente da Embratur e efetivou Gilson Machado Guimarães Neto no lugar de Paulo Roberto de Oliveira Senise, que havia sido nomeado no último dia 10. Guimarães Neto atuou na campanha de Bolsonaro.

O novo presidente da Embratur é sanfoneiro e integra a banda de forró Brucelose. Desde janeiro ele vinha atuando no Ministério do Meio Ambiente como secretário de Ecoturismo.

As mudanças na Embratur começaram ainda em março quando a ex-deputada Teté Bezerra pediu exoneração. No mesmo dia, o presidente Jair Bolsonaro disse que determinou a demissão dela por causa de um jantar da empresa que teria custado R$ 290 mil reais.

Governadores divulgam carta aberta contra decreto de Bolsonaro sobre armas

BRASÍLIA – Governadores de 13 estados e do Distrito Federal divulgaram carta aberta contra o decreto do presidente Jair Bolsonaro que flexibiliza o porte de armas no país. Eles pedem que os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário atuem para que o decreto seja revogado e assim haja uma “efetiva política responsável de armas e munição no país”.

Na avaliação dos governadores, ‘as medidas previstas pelo decreto não contribuem para melhorar a segurança dos estados. A carta é assinada por nove governadores do Nordeste, além do Distrito Federal, Amapá, Tocantins, Pará e Espírito Santo. O decreto presidencial amplia o porte de armas para 20 categorias e também permite que cidadãos comuns comprem fuzis.

Bolsonaro diz que se Congresso tem proposta melhor para a Previdência, que vote

RIO – O presidente Jair Bolsonaro disse nesta segunda-feira (20) que, se o Congresso tiver uma proposta melhor para a Reforma da Previdência, deve votá-la. Bolsonaro se disse disposto a conversar com os parlamentares sobre o tema e afirmou que não há briga entre os poderes. Segundo o presidente, o que há é o que ele chamou de ‘uma grande fofoca’. Para Bolsonaro, parte considerável da mídia se preocupa muito mais com isso do que com a realidade e o futuro do Brasil. O presidente deu essas declarações durante um evento na Federação das Indústrias do Rio.

Mais cedo, o secretário especial de Previdência do Ministério da Economia, Rogério Marinho, afirmou que não será apresentado por parlamentares nenhum texto alternativo à proposta do governo. Segundo Marinho, eventuais modificações que possam ser feitas acontecerão em cima da proposta do Executivo, ‘como sempre foi no Parlamento’.

O secretário classificou como ruído de comunicação a informação de que poderia ser apresentado um texto alternativo à Reforma Previdenciária.

Bolsonaro recebe prêmio nos EUA e diz que foi ‘milagre’ ter sido eleito

DALLAS, TEXAS (EUA) – O presidente Jair Bolsonaro recebeu em Dallas, no Texas, nesta quinta-feira (16) o prêmio de Personalidade do Ano da Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos. O evento contou com a participação de dezenas de empresários, além de ministros do governo brasileiro.

Num discurso improvisado de aproximadamente 13 minutos, Bolsonaro destacou a aproximação de seu governo com os Estados Unidos. Também criticou setores da esquerda e governos anteriores.

O presidente brasileiro reafirmou, ainda, que sua eleição foi resultado do que chamou de ‘um milagre’.

Bolsonaro diz que o filho Flávio é vítima de ‘esculacho’ com quebra de sigilos

BRASÍLIA – O presidente Jair Bolsonaro afirmou em Dallas, nos Estados Unidos, que o objetivo da quebra dos sigilos bancário e fiscal de um dos filhos dele, o senador Flávio Bolsonaro, é atingi-lo. O presidente disse que estão ‘fazendo esculacho’ com o filho e sugeriu que quem quiser atingi-lo que vá para cima dele. Bolsonaro acrescentou que abre os próprios sigilos.

A quebra dos sigilos de Flávio Bolsonaro foi autorizada pela Justiça. Relatório do Ministério Público do Rio aponta indícios de que ele vendeu imóveis para lavar dinheiro. Além disso, a promotoria cita indícios de um esquema criminoso organizado no gabinete de Flávio quando ele era deputado estadual. O senador nega as acusações.

O presidente Jair Bolsonaro está em Dallas para se encontrar com o ex-presidente George W. Bush e receber uma homenagem da Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos.

Bolsonaro chama de ‘idiotas úteis’ manifestantes contrários a cortes na Educação

DALLAS, TEXAS (EUA) – O presidente Jair Bolsonaro disse em Dallas, no Texas (EUA), onde terá várias reuniões nos próximos dias,  que os cortes de verbas da Educação são necessários, e chamou os estudantes que participam de protestos contra a medida de ‘massa de manobra’ e ‘idiotas úteis’.

Bolsonaro afirmou que os estudantes são manipulados por uma minoria que comanda as universidades federais. Já o presidente em exercício, Hamilton Mourão, disse que as manifestações fazem parte do sistema democrático. O bloqueio de verbas da Educação deu origem a uma mobilização com protestos por todo o país e milhares de pessoas nas ruas, nesta quarta-feira (15).

Escolas, universidades, sindicatos, movimentos sociais e partidos políticos convocaram manifestações nos 26 estados e no Distrito Federal.