ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Militares reformados das Forças Armadas vão atuar no Rio para conter a violência em colégios

18 de abril de 2019

Militares reformados das Forças Armadas vão atuar no Rio para conter a violência em colégios

Colégio Estadual Mendes de Moraes, na Ilha do Governador, na Zona Norte do Rio Reprodução facebook

RIO – O governo do Rio vai contratar  mil militares reformados para atuar na rede estadual de ensino. De acordo com o programa Cuidar, lançado ontem (17) pelo governador Wilson Witzel, eles ficarão desarmados nas portarias das escolas para evitar que alunos entrem armados nas unidades e também vão atuar na mediação de conflitos.

O programa terá ainda 45 policiais militares que, em dez veículos e 20 motocicletas, farão rondas pelos colégios. O custo do projeto, que deve entrar em vigor no segundo semestre, será de R$ 40 milhões por ano. Os recursos sairão do orçamento da Educação.

A ideia de colocar militares reformados para atuar na rede de ensino começou a ser estudada depois do ataque feito por dois jovens armados numa escola pública de Suzano, na Região Metropolitana de São Paulo, que terminou com 10 mortos.