Uso de patinetes elétricos no Rio tem regulamentação aprovada pela Alerj

A empresa proprietária terá que fornecer capacetes, que será de uso obrigatório. Arquivo Agência Brasil

RIO – A regulamentação do uso de patinetes elétricos no estado do Rio foi aprovada pela Assembleia Legislativa (Alerj). O projeto segue agora para a sanção do governador Wilson Witzel.

Pela decisão, fica proibido o uso do equipamento por mais de uma pessoa por vez. A empresa proprietária terá que fornecer capacetes, que será de uso obrigatório, e também será obrigada a contratar seguro para os usuários.

Os patinetes só poderão circular em calçadas, ciclovias e ciclofaixas, e serão proibidos nas ruas. A velocidade máxima permitida será de 20 quilômetros por hora, exceto nas calçadas, onde o limite será de 6 quilômetros por hora.

Empresas e condutores que descumprirem a lei receberão advertência e multa em valor atual de R$170,00. As empresas deverão divulgar um número de telefone que funcione 24 horas para receber informações sobre patinetes estacionados irregularmente. O recolhimento deverá ser feito em até duas horas.

O governo do Rio terá que adotar medidas de fiscalização.