Toffoli adia remessa de inquéritos contra Temer para 1ª instância

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Brasília – O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, adiou neste sábado (12) a decisão sobre o pedido para encaminhar à primeira instância a investigação dos portos, que tem entre os investigados Michel Temer, além da abertura de outros cinco inquéritos contra o ex-presidente. No despacho, Toffoli alega que não há urgência para a decisão. A análise destas questões ficará a cargo do relator do processo, o ministro Luís Roberto Barroso, após o fim do recesso parlamentar, em fevereiro. Os pedidos foram feitos pela Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge.

 

Michel Temer foi denunciado por corrupção e lavagem de dinheiro no caso dos portos quando o Supremo já tinha entrado em recesso e agora, com o fim do mandato, perdeu o foro privilegiado. Outras duas denúncias contra o ex-presidente estão com o ministro Luiz Edson Fachin e também devem ser remetidas à primeira instância.