ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Temporal causa transtornos e deixa Rio em estágio de atenção

30 de janeiro de 2020

Temporal causa transtornos e deixa Rio em estágio de atenção

RIO – A chuva, ganhou força sobre a Zona Norte, Centro e alguns pontos da Zona Oeste. Raios e rajadas de moderadas a fortes de vento (18,5 kmh até 76 kmh) acompanharam a chuva.

Foto: Centro de Operações Rio

RIO – O Centro de Operações da Prefeitura do Rio informa que o município entrou em estágio de atenção às 20h05 desta quinta-feira (30) devido à intensificação da chuva, que ganhou força sobre a Zona Norte, Centro e alguns pontos da Zona Oeste.

Raios e rajadas de moderadas a fortes de vento (18,5 kmh até 76 kmh) acompanham a chuva. Na Lapa,  uma árvore tombou na Avenida Mem de Sá, na altura do número 117, interditando a via.

Também em Vila Isabel houve queda de árvore no Boulevard 28 de Setembro, que ficou com a pista da esquerda bloqueada na altura da Rua Silva Pinto.

As linhas do VLT ficaram fora de operação por causa de alagamentos, e os passageiros retidos nos vagões.

Bolsões d’água se formaram em ruas de diversos bairros. Foi o caso, por exemplo, da Rua Pinheiro Machado, ficou interditada no sentido Botafogo na altura da Rua das Laranjeiras. 

Na Rua Jardim Botânico também houve acúmulo de muita água nas proximidades da Rua Professor Saldanha, no sentido Lagoa.

O Estágio de Atenção é o terceiro nível em uma escala de cinco e significa que uma ou mais ocorrências já impactam o município, afetando a rotina de parte da população. A Prefeitura recomenda que a população tome as seguintes ações preventivas:

Não se desloque pelas regiões mais afetadas pela chuva;

Evite áreas sujeitas a alagamentos eou deslizamentos;

Não force a passagem de veículos em áreas aparentemente alagadas;

Em casos de ventos fortes e/ou chuvas com descargas elétricas, evite ficar próximo a árvores ou em áreas descampadas;

Em pontos de alagamento, evite contato direto com postes ou equipamentos que possam estar energizados;

Evite o contato com a água de alagamentos. A água pode estar contaminada e oferecer riscos à saúde;

Verifique se há sinais de rachaduras em sua residência. Ao perceber trincas ou abalo na estrutura, acione a Defesa Civil pelo número 199 e evite ficar em casa;

Moradores de áreas de risco precisam ficar atentos aos alertas sonoros. O acionamento das sirenes indica perigo de deslizamento.

As pessoas devem se deslocar para os pontos de apoio estabelecidos pela Defesa Civil Municipal. Os locais são informados pelo número 199;

Fique atento às informações divulgadas pelos veículos de comunicação e nas redes sociais do COR;

Se necessário, use os telefones de emergência 193 (Corpo de Bombeiros) e 199 (Defesa Civil).