ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Substância encontrada em cerveja pode estar por trás de doença em BH

10 de janeiro de 2020

Substância encontrada em cerveja pode estar por trás de doença em BH

Divulgação Polícia MG

 

BELO HORIZONTE – A polícia de Minas Gerais está investigando o uso de uma substância chamada dietilenoglicol no processo de produção de uma cervejaria que fica no estado.

Um laudo confirmou a presença da substância tóxica em duas garrafas de cerveja da marca Belorizontina, da Backer, que estavam nas casas de pacientes internados com sintomas de uma síndrome desconhecida. A polícia informou que o laudo ainda é preliminar e que não há como confirmar a responsabilidade da empresa fabricante no caso.

Uma pessoa morreu e sete estão internadas com sintomas de intoxicação em hospitais de Belo Horizonte e de Nova Lima.                               

O dietilenoglicol é usado em serpentinas no processo de refrigeração de cervejas. Segundo a Anvisa, a substância é um solvente orgânico altamente tóxico que causa insuficiência renal e hepática, podendo inclusive levar a morte quando ingerido.