ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Sérgio Cabral pede para sair de Bangu 8 e ser transferido para Niterói

28 de maio de 2019

Sérgio Cabral pede para sair de Bangu 8 e ser transferido para Niterói

RIO – A justiça do Rio determinou a quebra do sigilo fiscal do ex-governador do Rio Sérgio Cabral, dos ex-secretários Júlio Bueno e Régis Fichtner, do agente fazendário Ary Filho e do empresário Walter Faria.

Ex-governador do Rio, Sergio Cabral. Arquivo Agência Brasil

RIO – A justiça do Rio determinou a quebra do sigilo fiscal do ex-governador do Rio Sérgio Cabral, dos ex-secretários Júlio Bueno e Régis Fichtner, do agente fazendário Ary Filho e do empresário Walter Faria.

Todos são acusados pelo Ministério Público Estadual de direcionar decretos para conceder benefícios fiscais à importadora Barley, empresa que Walter Faria é sócio. As facilidades seriam dadas em troca de R$ 54 milhões em propinas.

A decisão foi tomada pela juíza Cristiana Aparecida de Souza Santos, da 5º Vara de Fazenda Pública do Rio.

E ontem (27), Cabral pediu à justiça federal no Rio de Janeiro para deixar Bangu 8, no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, e ser transferido para a Unidade Prisional da Polícia Militar, em Niterói, Região Metropolitana do Rio, onde está preso o ex-governador Luiz Fernando Pezão. A decisão final sobre a transferência caberá ao juiz Marcelo Bretas, da 7º Vara Federal Criminal do Rio.

Sérgio Cabral está preso desde novembro de 2016, condenado pela Lava Jato a quase 200 anos de prisão. O ex-governador do Rio responde a 29 processos e já foi condenado em nove deles.