ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Seis museus terão que elaborar planos de prevenção a incêndio. Dois são no Rio

23 de outubro de 2018

Seis museus terão que elaborar planos de prevenção a incêndio. Dois são no Rio

BRASÍLIA – O Ministério Público Federal (MPF) recomendou que seis museus em todo o país elaborem planos de prevenção e combate a incêndio e pânico e gerenciamento de riscos. Desse total dois estão no Rio de Janeiro: o Museu Imperial, em Petrópolis, na Região Serrana, e o Museu Nacional de Belas Artes, no Centro.

Museu Nacional de Belas Artes, no Centro do Rio. Divulgação MNBA

BRASÍLIA – O Ministério Público Federal (MPF) recomendou que seis museus em todo o país elaborem planos de prevenção e combate a incêndio e pânico e gerenciamento de riscos. Desse total dois estão no Rio de Janeiro: o Museu Imperial, em Petrópolis, na Região Serrana, e o Museu Nacional de Belas Artes, no Centro.

Além deles, também receberam a recomendação do Ministério Público o Museu de Arte Sacra da Boa Morte e o Museu das Bandeiras, em Goiás; o Museu da Inconfidência, em Minas Gerais; e o Museu das Missões, no Rio Grande do Sul.

As instituições terão de três a seis meses para elaborar o projeto de combate e prevenção a incêndio, pânico e gerenciamento de risco e depois terão até um ano para colocar em prática os planos que deverão passar pela aprovação dos bombeiros e do Iphan.