Ronnie Lessa e Élcio Queiróz viram réus pelo assassinato de Marielle e Anderson

Foto: Agência Brasil - EBC

RIO – O sargento reformado da Polícia Militar Ronnie Lessa e o ex-PM Élcio Queiroz se tornaram réus no processo que investiga o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e do motorista Anderson Gomes. A Justiça aceitou a denúncia contra os dois e eles vão responder  por duplo homicídio triplamente qualificado.

O juiz Gustavo Kalil, do 4º Tribunal do Júri do Rio, autorizou, em caráter urgente e provisório, a transferência dos acusados para uma prisão federal de segurança máxima. O presídio será indicado pelo Departamento Penitenciário Nacional.

O magistrado também determinou o arresto de todos os bens móveis e imóveis em nome de Ronnie e de Élcio até o limite dos valores requeridos a título de indenização pelo Ministério Público Estadual. 

Ronnie Lessa é apontado como o autor dos disparos que mataram  Marielle e Anderson, e Élcio Queiroz como o motorista do carro usado no crime.