ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Roberto Jefferson e mais 19 viram réus por suspeita de organização criminosa no Ministério do Trabalho

26 de novembro de 2018

Roberto Jefferson e mais 19 viram réus por suspeita de organização criminosa no Ministério do Trabalho

BRASÍLIA – O ex-deputado Roberto Jefferson, do PTB, e mais 19 acusados viraram réus numa ação penal que investiga a atuação de uma organização criminosa no Ministério do Trabalho descoberta na Operação ‘Registro Espúrio’. A denúncia do Ministério Público Federal foi aceita pela juíza substituta da 12ª Vara F

Foto: Arquivo Agência Brasil

BRASÍLIA – O ex-deputado Roberto Jefferson, do PTB, e mais 19 acusados viraram réus numa ação penal que investiga a atuação de uma organização criminosa no Ministério do Trabalho descoberta na Operação ‘Registro Espúrio’. A denúncia do Ministério Público Federal foi aceita pela juíza substituta da 12ª Vara Federal de Brasília, Pollyanna Kelly.

Entre os denunciados estão o ex-ministro do Trabalho Helton Yomura, também do PTB, e o ex-secretário-executivo do ministério Leonardo Arantes, sobrinho do deputado Jovair Arantes, outro político petebista.

No despacho, a juíza Pollyanna Kelly aponta que os acusados integravam uma organização montada ‘com a finalidade de praticar crimes no interesse próprio e alheio, notadamente relativos à garantia de registros sindicais pela secretaria de relações do trabalho do ministério’.