ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Rio: segundo jornalista é morto em Maricá em menos de um mês

19 de junho de 2019

Rio: segundo jornalista é morto em Maricá em menos de um mês

Jornalista Romário da Silva Barros, de 31 anos,foi morto a tiros dentro de um carro em Maricá. Reprodução Facebook

MARICÁ – O jornalista Romário da Silva Barros, de 31 anos, do portal “Lei Seca Maricá”, foi morto a tiros, ontem (18) à noite, dentro de um carro no bairro Araçatiba, em Maricá. A perícia foi feita na cena do crime, e a Polícia Civil busca imagens de câmeras de segurança próximas do local.

Romário Barros é o segundo jornalista assassinado na cidade em menos de um mês. No dia 25 de maio, Robson Giorno, dono do jornal “O Maricá”,  foi baleado e morto na porta de casa, no bairro Boqueirão.

Os dois jornalistas eram conhecidos por noticiar acontecimentos políticos no município que fica na Região Metropolitana do Rio.

A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) manifestou repúdio ao assassinato do jornalista Romário Barros. Em nota, a Fenaj exigiu “das autoridades competentes a apuração do caso, com a consequente identificação dos responsáveis”. A entidade afirma que, “assim como o assassinato do jornalista Robson Giorno, é evidente que esse assassinato também foi premeditado, configurando uma execução. A entidade cobrou das autoridades empenho para que os culpados sejam identificados.