ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Operação prende suspeitos de investir em imóveis da milícia na Zona Oeste do Rio

16 de julho de 2019

Operação prende suspeitos de investir em imóveis da milícia na Zona Oeste do Rio

RIO – Onze pessoas já foram presas nas primeiras horas da megaoperação que a Polícia Civil e o Ministério Público fazem contra empresários, investidores e corretores envolvidos em construções irregulares na Muzema, Gardênia Azul, Rio das Pedras e Anil, todas regiões da Zona Oeste do Rio.

Imóveis irregulares da milícia na Muzema, Zona Oeste carioca. Divulgação Prefeitura do Rio/ Richard Santos

RIO – Treze pessoas foram presas nas primeiras horas da megaoperação que a Polícia Civil e o Ministério Público fazem contra empresários, investidores e corretores envolvidos em construções irregulares na Muzema, Gardênia Azul, Rio das Pedras e Anil, todas regiões da Zona Oeste do Rio. De acordo com as investigações, a quadrilha atua investindo na construção e venda de imóveis, shoppings, salas comerciais e até ruas inteiras em áreas dominadas por milicianos.

Ainda segundo a polícia, os investigados dessa operação dão suporte financeiro ao esquema e teriam construído uma área equivalente a 7 mil metros quadrados desde 2014.

Um dos principais alvos da ação, Bruno Pupe Cancella, de 38 anos, foi preso em um apartamento no Anil. A mulher de Bruno, Letícia Champion Ballalai Cancella, também é investigada. Ela trabalha no setor de IPTU da Prefeitura do Rio e é suspeita de ter facilitado os registros dos imóveis no cadastro do imposto.

Ao todo são 17 mandados de prisão preventiva. Agentes estiveram em diferentes endereços como a Avenida Lúcio Costa, de frente para a Praia da Barra, e na península, um conjunto de condomínios de classe média alta. Uma prisão foi efetuada no Piauí.