ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Remédio da Merck contra a Covid diminui pela metade hospitalizações e mortes pela doença

1 de outubro de 2021

Remédio da Merck contra a Covid diminui pela metade hospitalizações e mortes pela doença

RIO – O remédio, batizado de Molnupiravir, está passando por diversas avaliações.

Divulgação

RIO (agências internacionais) – O remédio experimental contra a Covid-19 da farmacêutica Merck, o primeiro em formato de comprimido, reduziu as hospitalizações e mortes em pessoas no início da infecção com o coronavírus. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (1º) pela farmacêutica após estudo que ainda não passou pela revisão de outros cientistas. O remédio, batizado de Molnupiravir, está passando por diversas avaliações.

A Merck acompanhou 775 adultos com Covid-19 leve a moderada e que foram considerados de maior risco para desenvolver um quadro grave da doença, devido a problemas de saúde como obesidade, diabetes ou doenças cardíacas.

Segundo a farmacêutica, pacientes que receberam o Molnupiravir em até 5 dias após o início dos sintomas da Covid tiveram cerca de metade da taxa de hospitalização e morte em relação aos pacientes que receberam um comprimido inativo.

A Merck e a parceira Ridgeback Biotherapeutics planejam buscar a autorização de uso de emergência nos Estados Unidos para o comprimido o mais rápido possível e enviar solicitações às agências regulatórias em todo o mundo.

Se autorizado, o Molnupiravir será o primeiro medicamento antiviral oral para Covid-19.