ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Relatório do CNJ mostrou que presídio da chacina no Pará estava superlotado

29 de julho de 2019

Relatório do CNJ mostrou que presídio da chacina no Pará estava superlotado

BELÉM – O presídio do Pará, onde 52 detentos foram assassinados na rebelião desta segunda-feira (29), está superlotado e em ‘péssimas’ condições, segundo uma inspeção feita, neste mês, pelo Conselho Nacional de Justiça. Segundo o CNJ, a unidade tem capacidade para 163 presos, mas abrigava, até hoje, 343 detentos em regime fechado.

Foto: Reprodução/Google Maps

BELÉM – O presídio do Pará, onde 52 detentos foram assassinados na rebelião desta segunda-feira (29), está superlotado e em ‘péssimas’ condições, segundo uma inspeção feita, neste mês, pelo Conselho Nacional de Justiça. Segundo o CNJ, a unidade tem capacidade para 163 presos, mas abrigava, até hoje, 343 detentos em regime fechado.

A Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará informou que os internos ligados a uma organização criminosa invadiram o anexo destinado aos presos de uma facção rival.

No confronto, 52 presos foram assassinados. Trinta e seis morreram asfixiados e 16 foram decapitados.