ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Raquel Dodge diverge da PF e pede arquivamento de inquérito sobre Aécio

11 de setembro de 2018

Raquel Dodge diverge da PF e pede arquivamento de inquérito sobre Aécio

BRASÍLIA – Por falta de provas, a Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, pediu o arquivamento do inquérito aberto no Supremo Tribunal Federal para investigar se o senador Aécio Neves, do PSDB, atuou em 2005 para maquiar os dados do Banco Rural entregues à CPI dos Correios, que investigou o esquema do Mensalão.

Agência Brasil

BRASÍLIA – Por falta de provas, a Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, pediu o arquivamento do inquérito aberto no Supremo Tribunal Federal para investigar se o senador Aécio Neves, do PSDB, atuou em 2005 para maquiar os dados do Banco Rural entregues à CPI dos Correios, que investigou o esquema do Mensalão.

O documento diverge do relatório finalizado em maio pela Polícia Gederal que afirmava haver provas contra Aécio. Com o pedido da Procuradoria-Geral da República, a tendência é que o relator do caso, ministro Gilmar Mendes, determine o arquivamento.