Procuradoria Eleitoral de São Paulo pede a cassação do governador João Dória

Foto: Agência Brasil

SÃO PAULO – A Procuradoria Regional Eleitoral de São Paulo pediu a condenação e a perda de mandato do governador João Doria (PSDB), por uso irregular da publicidade institucional da Prefeitura da capital.

O órgão acusa Doria de usar dinheiro do município durante a gestão dele como prefeito para promover sua candidatura ao governo do estado nas eleições de 2018. A procuradoria também pediu a condenação do vice-governador, Rodrigo Garcia, e do então secretário de Comunicação, Fábio Souza dos Santos.

Além da perda do mandato, o Ministério Público Eleitoral paulista quer a inelegibilidade de João Doria e Rodrigo Garcia por oito anos.

De acordo com a ação, a Prefeitura, sob gestão de Doria, gastou R$ 73,8 mil com publicidade no primeiro semestre de 2018, valor 122% maior do que a média do primeiro semestre dos três anos anteriores, que foi de R$ 33,3 mil.

A defesa do governador disse que já demonstrou não ter havido abuso de poder econômico e reiterou a legalidade e a correção da conduta de João Doria na gestão municipal.