ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Piloto do voo da ‘Chape’ falou em falta de combustível 2 horas antes da tragédia

27 de abril de 2018

Piloto do voo da ‘Chape’ falou em falta de combustível 2 horas antes da tragédia

BOGOTÁ – A tripulação do voo 2933 da empresa aérea Lamia com a delegação da Chapecoense falou do risco de ficar sem combustível mais de 2h antes da queda do avião. É o que aponta o relatório final sobre o acidente divulgado hoje (27) pela Aeronáutica Civil da Colômbia.

O desastre, que deixou

Arquivo Agência Brasil

BOGOTÁ – A tripulação do voo 2933 da empresa aérea Lamia com a delegação da Chapecoense falou do risco de ficar sem combustível mais de 2h antes da queda do avião. É o que aponta o relatório final sobre o acidente divulgado hoje (27) pela Aeronáutica Civil da Colômbia.

O desastre, que deixou 71 mortos, aconteceu no dia 28 de novembro de 2016, às 21h59. As 7h37 o comandante Miguel Quiroga manifestou a preocupação de não conseguir ter combustível suficiente para chegar a Bogotá, que fica antes de Medellin. A tripulação, então, cogitou fazer uma escala para abastecer em Bogotá e Letícia, mas acabou desistindo.

Outra conclusão, com base nas gravações da caixa-preta, foi a de que, 40 minutos antes do acidente, o avião já estava em emergência por falta de combustível. A tripulação nada fez, mesmo com os alertas sonoros e luminosos da cabine.

A investigação concluiu, ainda, que o avião tinha 2.303 litros de combustível a menos do que deveria levar para a viagem.