ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Presidente do Haiti é assassinado dentro de casa, e polícia prende suspeitos pelo crime

7 de julho de 2021

Presidente do Haiti é assassinado dentro de casa, e polícia prende suspeitos pelo crime

PORTO PRÍNCIPE – Houve um ataque à residência oficial do presidente, na capital Porto Príncipe.

Reprodução Twitter

PORTO PRÍNCIPE (agências internacionais) –  O presidente do Haiti, Jovenel Moise, foi morto, na madrugada de hoje 97), em um ataque à residência oficial onde ele morava na capital Porto Príncipe. Segundo o primeiro-ministro interino do país, Claude Joseph, homens armados teriam invadido o local, atirando no presidente e na primeira-dama. Martine Moise ficou gravemente ferida no atentado e levada para os Estados Unidos, onde está internada em estado grave, porém estável.

Um porta-voz da polícia do Haiti, Léon Charles, disse na noite desta quarta-feira (7) que quatro suspeitos de participar do assassinato do presidente foram mortos e outros dois foram presos.

Jovenel Moise governava o Haiti sem o controle do legislativo desde o ano passado e dizia que ficaria no cargo até 7 de fevereiro do ano que vem. Em fevereiro deste ano, autoridades do Haiti divulgaram que frustraram uma tentativa de golpe de estado contra o presidente, que teria sido alvo de um atentado malsucedido. Mais de 20 pessoas foram presas na ocasião, inclusive um juiz federal e uma inspetora geral da polícia nacional.

O ataque desta quarta-feira (7) ocorre em meio ao crescimento da violência política na empobrecida nação caribenha.

 

Nota da redação: A morte da primeira-dama Martine Moise foi divulgada pelas principais agências de notícias internacionais, mas poucas horas após a divulgação da notícia, a Organização dos Estados Americanos voltou atrás e afirmou que a primeira-dama estava “gravemente ferida”.