Presidente da Argentina anuncia medidas econômicas após derrota nas prévias eleitorais

O presidente da Argentina fez o anúncio com medidas econômicas dias após a vitória da oposição nas prévias eleitorais de domingo. Agência Brasil / Marcelo Camargo

BUENOS AIRES (agências internacionais) – O presidente da Argentina anunciou uma série de medidas econômicas destinadas aos trabalhadores e às pequenas e médias empresas do país. Mauricio Macri fez o anúncio dias após a vitória da oposição nas prévias eleitorais de domingo.

Entre as ações anunciadas estão o aumento do salário mínimo, bônus salariais para funcionários públicos, o alívio da carga tributária para a classe média e o congelamento por 90 dias do preço da gasolina e dos combustíveis em geral.

As medidas vêm depois de dois dias de forte desvalorização da moeda Argentina frente ao dólar.

O candidato vencedor das primárias argentinas, Alberto Fernández, rejeitou uma reunião com o atual presidente e disse que Macri “tenta movimentar o consumo tardiamente e sem considerar as consequências”.