ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Prefeitura do Rio assume Linha Amarela e suspende pedágio, mas justiça determina a volta da cobrança

28 de outubro de 2019

Prefeitura do Rio assume Linha Amarela e suspende pedágio, mas justiça determina a volta da cobrança

RIO – A justiça do Rio concedeu, hoje (28), uma liminar suspendendo os efeitos da decisão da prefeitura de cancelar o contrato de concessão com a Lamsa.

Prefeitura do Rio assumiu a gestão da Linha Amarela na noite de domingo (27), quando suspendeu a cobrança de pedágio. Foto divulgação

RIO – A justiça do Rio concedeu, no início da manhã de hoje (28), uma liminar suspendendo os efeitos da decisão da prefeitura de cancelar o contrato de concessão com a Lamsa. A medida restabelece o direito da concessionária de cobrar pedágio nos dois sentidos da via expressa, mas a empresa afirma não ter condições mínimas para tal.

A liminar assinada pela juíza Lívia Bechara de Castro determinou ainda que o município parasse com a destruição da praça do pedágio e estabeleceu uma multa de R$ 100 mil por dia em que a Lamsa ficar impedida de atuar. 

A prefeitura assumiu a gestão da Linha Amarela na noite passada (27), quando suspendeu a cobrança de pedágio e destruiu equipamentos, placas de sinalização, cabines e cancelas de cobranças após retirar os funcionários da concessionária. A ação começou por volta das 22h30 e entrou pela madrugada.

Executivos da Lamsa entraram com pedido de liminar no plantão judiciário.