Polícia prende sete pessoas que estariam envolvidas em casos de intolerância religiosa no Rio

Foto: Reprodução/Facebook

DUQUE DE CAXIAS – A Polícia do Rio prendeu, durante uma operação na comunidade Parque Paulista, em Duque de Caxias, sete suspeitos de integrar uma quadrilha que ordenou ataques a terreiros e centros religiosos na Baixada Fluminense. A polícia identificou os criminosos e conseguiu na justiça os mandados de prisão.

A investigação começou após a comunicação dos casos de intolerância religiosa praticados pelo bando a terreiros de candomblé localizados naquela comunidade. 

Um dos episódios investigados aconteceu no dia 11 de julho, quando traficantes armados invadiram um centro no Parque Paulista e obrigaram a mãe de santo destruir todas as imagens que representavam os orixás.

A Polícia investiga a informação de que um pastor de uma igreja evangélica seria o mandante de ataques a centros religiosos de matriz africana na Baixada Fluminense.