ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Polícia investiga outras duas mortes de mulheres após procedimento estético no Rio

24 de julho de 2018

Polícia investiga outras duas mortes de mulheres após procedimento estético no Rio

RIO – A Delegacia da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, registrou outros dois casos semelhantes com o que aconteceu com a bancária Lilian Calixto, que morreu após um procedimento estético para colocar um implante nos glúteos.

Um dos casos é da professora Adriana Ferreira Pinto, de 41 anos, que foi levada para o Hospital Lourenço Jorge, ap

A modelo Mayara Silva dos Santos, de 24 anos. Reprodução redes sociais

RIO – A Delegacia da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, registrou outros dois casos semelhantes com o que aconteceu com a bancária Lilian Calixto, que morreu após um procedimento estético para colocar um implante nos glúteos.

Um dos casos é da professora Adriana Ferreira Pinto, de 41 anos, que foi levada para o Hospital Lourenço Jorge, após passar mal depois de ter feito um procedimento cirúrgico estético em uma clínica de Niterói, no último dia 16. De acordo com parentes, ela fez uma lipoaspiração no abdômen e um implante de gordura nos glúteos e estava se recuperando bem do procedimento, mas passou mal dias depois.

Já o segundo caso é o da modelo Mayara Silva dos Santos, de 24 anos. A jovem morava na Dinamarca e teria sido operada dentro de um apartamento na Barra. A família dela sequer sabia do procedimento que, de acordo com a polícia, foi realizado na última sexta-feira (20) nos glúteos, nas coxas e no abdômen. Mayara passou mal logo depois, chegou a ser levada para o Hospital Lourenço Jorge, mesma unidade para onde Adriana Pinto foi levada, e também não resistiu.