ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Polícia do Rio prende falsa médica por morte de paciente após procedimento estético

30 de julho de 2018

Polícia do Rio prende falsa médica por morte de paciente após procedimento estético

RIO – A polícia do Rio prendeu uma mulher suspeita de matar uma paciente em decorrência de procedimento estético. Mariana Batista de Miranda foi presa em casa, em Mesquita, após uma investigação da delegacia de Queimados junto com o Ministério Público do Rio.

A investigação começou no dia 8 de abril, com a mo

Mariana Batista de Miranda foi presa em casa, em Mesquita. Divulgação Polícia Civil do Rio

RIO – A polícia do Rio prendeu uma mulher suspeita de matar uma paciente em decorrência de procedimento estético. Mariana Batista de Miranda foi presa em casa, em Mesquita, após uma investigação da delegacia de Queimados junto com o Ministério Público do Rio.

A investigação começou no dia 8 de abril, com a morte de Fátima Santos de Oliveira, que passou por uma aplicação de silicone industrial nos glúteos e teve choque séptico no Hospital do Andaraí. O laudo de necropsia confirmou que o procedimento, em que foi aplicado silicone industrial, foi a razão da morte.

Segundo a investigação, Mariana Miranda também prescreveu medicações à vítima após tomar ciência das complicações provocadas pela cirurgia. Ela foi denunciada por homicídio doloso e exercício ilegal da medicina.