ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Onda de ataques leva governo do Ceará a pedir ajuda à Força Nacional de Segurança e ao Exército

3 de janeiro de 2019

Onda de ataques leva governo do Ceará a pedir ajuda à Força Nacional de Segurança e ao Exército

FORTALEZA – A polícia do Ceará deteve cinco homens e quatro adolescentes suspeitos de participar de pelos menos 13 ataques criminosos em Fortaleza e na Região Metropolitana da capital entre o fim da noite passada (2) e o início da manhã de hoje (3).

O governador Camilo Santana pediu o apoio da Força Nacional de Segurança, do Exé

Viaduto em Caucaia foi atingido por um explosivo. Foto: Reprodução/Redes Sociais

FORTALEZA – A polícia do Ceará deteve cinco homens e quatro adolescentes suspeitos de participar de pelos menos 13 ataques criminosos em Fortaleza e na Região Metropolitana da capital entre o fim da noite passada (2) e o início da manhã de hoje (3).

O governador Camilo Santana pediu o apoio da Força Nacional de Segurança, do Exército e da Força de Intervenção Integrada para combater a onda de violência. A motivação dos ataques ainda não foi esclarecida. Foram incendiados seis ônibus. Os criminosos também explodiram uma bomba num viaduto na cidade de Caucaia e arremessaram um artefato caseiro contra um posto de combustíveis no bairro Damas, em Fortaleza.

A onda de ataques incluiu, ainda, disparos contra uma agência bancária e a destruição de um sinal de trânsito, de câmeras de segurança e de fotossensores utilizados no monitoramento do trânsito em vários bairros da capital.

O policiamento na Grande Fortaleza foi reforçado. A cúpula da Segurança Pública acompanha a situação das ocorrências.