ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > PGR pede ao STF que condene Collor a 22 anos e 8 meses de prisão

25 de abril de 2019

PGR pede ao STF que condene Collor a 22 anos e 8 meses de prisão

BRASÍLIA – A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu ao Supremo Tribunal Federal a condenação do senador Fernando Collor de Mello (PROS-AL), a 22 anos e 8 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

BRASÍLIA – A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu ao Supremo Tribunal Federal a condenação do senador Fernando Collor de Mello (PROS-AL), a 22 anos e 8 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Collor é réu pelos dois crimes, acusado de ter recebido mais de R$ 30 milhões em propina por negócios da BR Distribuidora, subsidiária da Petrobras, na venda de combustíveis.

Segundo a denúncia da Procuradoria-Geral da República, o ex-presidente pediu e recebeu o dinheiro entre 2010 e 2014 em três negócios envolvendo a subsidiária, que tinha dois diretores indicados pelo senador.

A defesa de Collor afirma que a denúncia não traz provas concretas de que o senador recebeu o dinheiro de propina. Além disso, questiona que contrapartida Collor teria dado para viabilizar os negócios da BR.

Ainda não há previsão de data para o Supremo julgar o caso.