ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > PGR pede abertura de inquérito para investigar Bolsonaro no caso Covaxin

2 de julho de 2021

PGR pede abertura de inquérito para investigar Bolsonaro no caso Covaxin

BRASÍLIA – O pedido foi feito hoje (2) pelo vice-procurador-geral da República, Humberto Jaqcues de Medeiros.

Agência Brasil / José Cruz

BRASÍLIA – A Procuradoria-Geral da República (PGR) pediu a abertura de um inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) para investigar o presidente Jair Bolsonaro por prevaricação após ter sido informado sobre possíveis irregularidades na compra da vacina indiana Covaxin, contra a Covid-19. O pedido foi feito hoje pelo vice-procurador-geral da República, Humberto Jaqcues de Medeiros.

Prevaricação é quando um funcionário público é informado de uma irregularidade, mas retarda sua ação ou deixa de atuar para que ela seja apurada e punida.

O procurador deu um prazo de 90 dias para concluir a primeira etapa da investigação.

Segundo a Agência Brasil, a notícia-crime foi protocolada no STF pelos senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Jorge Kajuru (Podemos-GO) e Fabio Contarato (Rede-ES) na última segunda-feira (28). A iniciativa dos parlamentares foi tomada após o depoimento de Luis Ricardo Miranda, servidor do Ministério da Saúde, à CPI da Pandemia, na semana passada. Ele afirmou ter sofrido pressão incomum de seus superiores para finalizar a tramitação da compra da Covaxin, além de ter conhecimento de supostas irregularidades no processo.