ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > PF pede ao STF quebra de sigilo telefônico de Temer, Padilha e Moreira em investigação sobre a Odebrech

6 de junho de 2018

PF pede ao STF quebra de sigilo telefônico de Temer, Padilha e Moreira em investigação sobre a Odebrech

BRASÍLIA – A Polícia Federal pediu ao Supremo Tribunal Federal a quebra do sigilo telefônico do presidente Michel Temer e dos ministros Eliseu Padilha, da Casa Civil, e Moreira Franco, de Minas e Energia, referente ao ano de 2014. O objetivo é aprofundar a investigação sobre o pagamento de R$ 10 milhões que teria sido feito pela Odebrecht e acertado em um jantar no Palácio do Jabu

Agência Brasil

BRASÍLIA – A Polícia Federal pediu ao Supremo Tribunal Federal a quebra do sigilo telefônico do presidente Michel Temer e dos ministros Eliseu Padilha, da Casa Civil, e Moreira Franco, de Minas e Energia, referente ao ano de 2014. O objetivo é aprofundar a investigação sobre o pagamento de R$ 10 milhões que teria sido feito pela Odebrecht e acertado em um jantar no Palácio do Jaburu, residência oficial de Temer, naquele ano.

Os investigadores buscam rastrear telefonemas entre os três nas datas próximas das entregas de dinheiro em espécie relatadas pelos delatores da empreiteira. É a primeira vez que uma investigação em andamento pode quebrar o sigilo telefônico do presidente da República.

No outro inquérito, que apura suspeitas de pagamento de propina do setor portuário, temer teve os sigilos bancário e fiscal quebrados por autorização do ministro do Luís Roberto Barroso, do STF, mas não houve pedido de quebra de sigilo telefônico.