ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Pezão e outros presos vão responder por corrupção, organização criminosa e lavagem de dinheiro

29 de novembro de 2018

Pezão e outros presos vão responder por corrupção, organização criminosa e lavagem de dinheiro

RIO – O governador Luiz Fernando Pezão e os outros presos na Operação Boca de Lobo, que é um desdobramento da Lava Jato, vão responder pelos crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro e corrupção. A informação foi dada pela Procuradora-Geral da República numa coletiva de imprensa dada hoje (29) pela manhã, logo após a pris&atild

Raquel Dodge numa coletiva de imprensa dada hoje (29) pela manhã, logo após a prisão do governador. Agência Brasil

RIO – O governador Luiz Fernando Pezão e os outros presos na Operação Boca de Lobo, que é um desdobramento da Lava Jato, vão responder pelos crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro e corrupção. A informação foi dada pela Procuradora-Geral da República numa coletiva de imprensa dada hoje (29) pela manhã, logo após a prisão do governador.

Raquel Dodge contou que essas prisões eram necessárias porque o esquema criminoso no Rio ainda não chegou ao fim. Segundo a procuradora-geral, um dos crimes em curso é o de organização criminosa que continua atuando especialmente na lavagem de dinheiro. Ainda Raquel Dodge, foram necessárias medidas de sequestro de bens no valor total de R$ 39 milhões, que é a quantia que provas documentais mostram de pagamento de propina a Pezão entre 2007 e 2015.

Essa ação de hoje (29) é baseada na delação premiada de Carlos Miranda, operador financeiro do ex-governador Sérgio Cabral, de quem Pezão foi vice. Durante os depoimentos, Miranda contou que houve pagamento de mesada de R$ 150 mil para Pezão na época em que ele era vice governador.