ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Petrúcio Ferreira e Evelyn Oliveira carregam a bandeira do Brasil na abertura das Paralimpíadas de Tóquio

24 de agosto de 2021

Petrúcio Ferreira e Evelyn Oliveira carregam a bandeira do Brasil na abertura das Paralimpíadas de Tóquio

TÓQUIO – Festa de abertura das Paralimpíadas seguiu o conceito “Nós temos asas”, uma forma de demonstrar a coragem dos atletas paralímpicos.

Divulgação CPB/ Miriam Jeske

TÓQUIO (agências internacionais) – A cerimônia de abertura das Paralimpíadas de Tóquio seguiu o conceito da frase “Nós temos asas”, uma forma de demonstrar a coragem dos atletas paralímpicos. Assim como a abertura dos Jogos Olímpicos, a das Paralimpíadas teve o tamanho reduzido por conta da pandemia, com as delegações tendo menos atletas do que em situações normais.

Os porta-bandeiras do Brasil, na parte conhecida como Parada das Nações, foram Petrúcio Ferreira, do atletismo, e Evelyn Oliveira, da bocha. Também participaram do desfile pela delegação brasileira a técnica da classe BC4 da bocha e staff da atleta Evelyn, Ana Carolina Alves, e o diretor técnico do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), Alberto Martins.

Com direito a “dancinha” de Petrúcio e muita alegria de Evelyn, o Brasil foi o 116º país a desfilar na cerimônia, logo em seguida das Ilhas Faroe, já que a ordem do desfile dos países foi baseada no alfabeto japonês. 

Os Jogos Paralímpicos de Tóquio contam com a presença de 162 países, três a mais do que na edição anterior, no Rio de Janeiro, e o Brasil terá 260 atletas, incluindo alguns sem deficiência como guias, goleiros e timoneiros. São o basquete e o rúgbi em cadeira de rodas. 

A festa de encerramento será no dia 5 de setembro.