ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > PDT suspende deputados que votaram a favor da Reforma da Previdência

17 de julho de 2019

PDT suspende deputados que votaram a favor da Reforma da Previdência

BRASÍLIA – O PDT abriu, nesta quarta-feira (17), o processo para decidir como serão punidos os deputados que votaram a favor da Reforma da Previdência. Na sessão que aprovou a proposta do governo, 8 parlamentares contrariaram a orientação da Direção Nacional do partido e apoiaram as mudanças no sistema previdenciário.

Tábata Amaral (SP) está entre os parlamentares punidos pelo PDT. Foto: Will Shuter/Câmara dos Deputados

BRASÍLIA – O PDT abriu, nesta quarta-feira (17), o processo para decidir como serão punidos os deputados que votaram a favor da Reforma da Previdência. Na sessão que aprovou a proposta do governo, 8 parlamentares contrariaram a orientação da Direção Nacional do partido e apoiaram as mudanças no sistema previdenciário.

O PDT também determinou que até o fim do processo, os deputados ficarão suspensos das atividades e não poderão ter os nomes associados à legenda. Entre os rebeldes que podem ser punidos até com a expulsão do partido está Tábata Amaral (SP), Marlon Santos (RS), e subtenente Gonzaga (MG).