ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Paraty se torna o primeiro sítio misto do Patrimônio Mundial localizado no Brasil

5 de julho de 2019

Paraty se torna o primeiro sítio misto do Patrimônio Mundial localizado no Brasil

RIO – O Comitê do Patrimônio Mundial da Unesco decidiu incluir o sítio Paraty na lista do Patrimônio Mundial Misto. A decisão foi anunciada, nesta sexta-feira (5), durante a 43ª sessão do comitê, que acontece no Azerbaijão.

Essa é a primeira vez que o Brasil tem um sítio misto reconhecido por sua cultura e natureza. Divulgação Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan)

RIO – O Comitê do Patrimônio Mundial da Unesco decidiu incluir o sítio Paraty na lista do Patrimônio Mundial Misto. A decisão foi anunciada, nesta sexta-feira (5), durante a 43ª sessão do comitê, que acontece em Baku, capital do Azerbaijão.

Essa é a primeira vez que o Brasil tem um sítio misto reconhecido por sua cultura e natureza. Após a decisão de hoje (5), Paraty passou a ser o 22º bem brasileiro a receber o reconhecimento internacional de Patrimônio Mundial, uma vez que o país já possui sete sítios naturais e 14 sítios culturais.

O sítio Paraty envolve porções territoriais de oito municípios dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, sendo que a maior parte da área núcleo está em Paraty e Angra dos Reis.

Leia abaixo o que a Diretora e Representante da UNESCO no Brasil, Marlova Jovchelovitch Noleto, escreveu sobre a escolha:

 “A Representação da UNESCO no Brasil celebra a inscrição do novo sítio brasileiro na Lista do Patrimônio Mundial. Paraty já é integrante da Rede de Cidades Criativas da UNESCO na categoria gastronomia e, agora, mostra a riqueza da diversidade local se tornando patrimônio mundial misto, ou seja, tanto cultural quanto natural. Formada pelo intercâmbio das culturas indígena, africana e caiçara que se expressam nos bens culturais da cidade, Paraty engloba uma fusão de características próprias do patrimônio material e do imaterial. Ao mesmo tempo, a cidade apresenta exemplos de povos tradicionais que usam a terra e o mar de forma sustentável, demostrando a interação do homem com o meio ambiente. Ao se unir à Ilha Grande, o sítio torna-se ainda mais representativo com áreas de beleza natural excepcional.”