ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Palácio Gustavo Capanema não pode ser vendido, decide Justiça Federal

17 de maio de 2022

Palácio Gustavo Capanema não pode ser vendido, decide Justiça Federal

RIO – Tombamento do prédio impede venda a particulares.

Tomaz Silva / Agência Brasil

RIO – A Justiça Federal decidiu que o tombamento do edifício Palácio Gustavo Capanema, na Rua da Imprensa, no Centro do Rio, impede a União de vendê-lo a particulares.

O valor histórico, cultural e arquitetônico do prédio foi reconhecido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional no tombamento aprovado em 1948.
O edifício, inaugurado em 1945 por Getúlio Vargas, foi sede do antigo Ministério da Educação e Saúde.

A arquitetura é de Le Corbusier e Oscar Niemeyer. Atualmente, o Palácio Gustavo Capanema abriga em seus 16 andares uma biblioteca pública, uma sala de espetáculos, parte do acervo da Biblioteca Nacional e as superintendências de órgãos culturais.