ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Pai do menino Henry recebe carta com mensagens do Papa

18 de maio de 2021

Pai do menino Henry recebe carta com mensagens do Papa

RIO / VATICANO – Na carta, o pontífice ressalta a fé necessária para a família do menino seguir firme.

Divulgação

RIO / VATICANO – O engenheiro Leniel Borel recebeu uma carta assinada pelo Monsenhor Luigi Roberto Cona, assessor para assuntos gerais da Secretaria do Vaticano, em nome do Papa Francisco que presta solidariedade pela morte do filho Henry Borel. O menino morreu, aos 4 anos, no dia 8 de março, no Rio, e os suspeitos da morte, o vereador Jairinho e a mãe do garoto, a professora Monique Medeiros, estão presos pelo crime de homicídio triplamente qualificado.

Na carta, o pontífice ressalta a fé necessária para a família do menino seguir firme e diz que “a loucura humana” levou à morte do menino. No documento, Francisco afirma que é “quase um milagre que uma pessoa ferida como Leniel possa encontrar a coragem de recusar ter ódio no coração”. O texto tem ainda uma mensagem contra o ódio: “O Santo Padre conta com a senhora Noeme (avó paterna do menino) e o senhor Leniel para contrastarem a cultura da indiferença e do ódio que sentem crescer ao seu redor; não se deixem contaminar pelo ódio transformando-se à sua imagem e semelhança. Sejam do número das pessoas que se recusam a entrar no circuito do ódio, que se recusam a odiar aqueles que lhes fizeram mal, dizendo-lhes: «Não tereis o meu ódio!»”. A carta também tem a benção da autoridade máxima da Igreja Católica através da frase: “O Papa Francisco concede-lhes a Bênção Apostólica.”

A carta, com data de 24 de abril, foi entregue a uma amiga de Leniel que mora na Europa depois que ela escreveu ao Papa Francisco sobre o que aconteceu com o pequeno Henry.