ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Padre Marcello Rossi não prestou queixa na delegacia contra mulher que o empurrou de altar

15 de julho de 2019

Padre Marcello Rossi não prestou queixa na delegacia contra mulher que o empurrou de altar

CACHOEIRA PAULISTA – O padre Marcelo Rossi disse ser “um milagre” não ter se ferido gravemente após uma mulher empurrá-lo do alto de um palco durante uma missa, ontem, em Cachoeira Paulista, São Paulo. Em uma transmissão feita hoje (15) no YouTube, o religioso contou que ficou com uma das pernas machucada, mas não bateu a cabeça nem lesionou a coluna.

No vídeo, Marcelo Rossi disse que Bíblia e oração são "o melhor Boletim de Ocorrência". Reprodução YouTube

CACHOEIRA PAULISTA – O padre Marcelo Rossi disse ser “um milagre” não ter se ferido gravemente após uma mulher empurrá-lo do alto de um palco durante uma missa, ontem, em Cachoeira Paulista, São Paulo. Em uma transmissão feita hoje (15) no YouTube, o religioso contou que ficou com uma das pernas machucada, mas não bateu a cabeça nem lesionou a coluna.

O padre foi derrubado do altar de forma brusca por uma mulher que burlou a segurança e invadiu o altar durante a celebração. Marcelo Rossi caiu de uma altura de dois metros.

Em depoimento à policia, a mulher, que não teve a identidade divulgada, afirmou sofrer de transtorno bipolar e estar passando por tratamento psiquiátrico. 

O religioso disse que não apresentaria queixa contra a mulher, mas o caso está sendo investigado pela Polícia Civil, como lesão corporal, a partir de uma representação da Canção Nova, organizadora do evento em que o ataque ocorreu.

No vídeo, Marcelo Rossi disse que Bíblia e oração são “o melhor Boletim de Ocorrência” para quem for alvo de calúnia. O vídeo foi postado no YouTube na manhã de hoje (15) e já passou de mais de 35 mil visualizações. 

A mulher tem 32 anos. Ela viajou do Rio de Janeiro para Cachoeira Paulista acompanhada do filho de 2 anos, em uma caravana.