ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Operação policial procura milicianos que atuam na Zona Oeste e Baixada Fluminense

14 de fevereiro de 2019

Operação policial procura milicianos que atuam na Zona Oeste e Baixada Fluminense

RIO – A Polícia Civil do Rio está nas ruas para prender vinte suspeitos de ligação com a milícia que atua na Zona Oeste e na Baixada Fluminense. São 20 mandados de prisão e 18 de busca e apreensão para sequestrar bens da organização criminosa, avaliado em R$ 4,8 milhões.

Os suspeitos acumularam fortuna, com

Arquivo Agência Brasil/ Tânia Rego

RIO – A Polícia Civil do Rio está nas ruas para prender vinte suspeitos de ligação com a milícia que atua na Zona Oeste e na Baixada Fluminense. São 20 mandados de prisão e 18 de busca e apreensão para sequestrar bens da organização criminosa, avaliado em R$ 4,8 milhões.

Os suspeitos acumularam fortuna, com a cobrança de taxas de segurança, luz, telefone e internet clandestina, além de controlar a venda de botijões de gás. Um dos procurados é Luiz Antônio da Silva Braga, irmão do miliciano Wellington da Silva Braga, o Ecko, suspeito de comandar a maior milícia da cidade. Os suspeitos respondem por organização criminosa, extorsão, porte ilegal de arma, tráfico de drogas e agiotagem.

Em outra operação nesta quinta-feira (14), a Polícia Militar prendeu Alan Veras Castro, conhecido como Trem Bala, apontado como chefe do tráfico de drogas no morro Santa Marta. Ele estava em uma cobertura de luxo no bairro do Leme, acompanhado de dois outros criminosos, segundo a PM.

Trem Bala era foragido e colecionava 5 mandados de prisão por tráfico, associação para produção e tráfico de drogas, organização criminosa e porte ilegal de armas.