ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Macron pede ao G7 urgência para discutir queimadas na Amazônia

22 de agosto de 2019

Macron pede ao G7 urgência para discutir queimadas na Amazônia

NOVA YORK – O secretário-geral da ONU se declarou ‘profundamente preocupado com os incêndios na Floresta Amazônica’. António Guterres reforçou que não se pode mais arcar com os danos a uma das maiores fontes de oxigênio e biodiversidade. Gutérres ressaltou que a Amazônia tem que ser protegida.

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

NOVA YORK – O secretário-geral da ONU se declarou ‘profundamente preocupado com os incêndios na Floresta Amazônica’. António Guterres reforçou que não se pode mais arcar com os danos a uma das maiores fontes de oxigênio e biodiversidade. Gutérres ressaltou que a Amazônia tem que ser protegida.

Por sua, vez, a presidente da assembleia geral da ONU, María Fernanda Espinosa, cobrou ações urgentes contra os incêndios florestais pelo mundo, e também destacou que as florestas são cruciais para enfrentar as mudanças do clima.

O presidente da França, Emmanuel Macron, disse, que a cúpula do G7 precisa discutir os incêndios na Amazônia. O encontro está previsto para o próximo fim de semana na cidade francesa de Biarritz. Em mensagem publicada no Twitter, Macron postou uma foto de um incêndio florestal e se referiu às queimadas na Amazônia como ‘crise internacional’ e ‘emergência’.