ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Presidente do TSE avisa que a justiça eleitoral não permitirá candidaturas ‘laranjas’ de mulheres

18 de agosto de 2022

Presidente do TSE avisa que a justiça eleitoral não permitirá candidaturas ‘laranjas’ de mulheres

A lei estabelece um mínimo de 30% e o máximo de 70% para candidaturas de cada gênero.

Foto: Fábio Pozzebom/Agência Brasil

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral avisou que a justiça eleitoral não vai permitir candidaturas ‘laranjas’ de mulheres para driblar a cota mínima de gênero nas eleições deste ano. 

O ministro Alexandre de Moraes advertiu que o partido que fizer isso terá um prejuízo ‘muito grande’. 

A lei estabelece um mínimo de 30% e o máximo de 70% para candidaturas de cada gênero, ou seja, cada partido precisa ter, no mínimo, 30% de candidatas mulheres. Porém, na eleição passada, houve denúncias de partidos que lançaram candidatas que não concorreram de fato, e foram inscritas só para preencher o número mínimo.