ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > ‘Nomadland’ é o grande vencedor do Oscar 2021

26 de abril de 2021

‘Nomadland’ é o grande vencedor do Oscar 2021

LOS ANGELES – Filme ficou com prêmios de melhor filme, direção e atriz.

Divulgação do filme “Nomadland”

LOS ANGELES (agências internacionais) – “Nomadland” foi o grande vencedor do Oscar 2021 com três estatuetas. O drama americano sobre nômades da terceira idade sem emprego ou aposentadoria venceu o prêmio de melhor filme. “Nomadland” também levou dois outros prêmios: direção para a chinesa Chloé Zhao e atriz para Frances McDormand. Chloé Zhao é a segunda mulher a conquistar esse Oscar, depois de Kathryn Bigelow, em 2010, com “Estado de Guerra”. 

Anthony Hopkins superou o favoritismo de Chadwick Boseman e venceu como melhor ator por sua elogiada interpretação de um idoso que sofre de demência no filme “Meu pai”. O veterano ator de 83 anos não apareceu na cerimônia, nem mesmo por vídeo. Anthony Hopkins usou as redes sociais para agradecer ao prêmio. O artista publicou um vídeo no Instagram, explicando que está no País de Gales e agradecendo à Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood e à família. Hopkins disse que não esperava vencer e também prestou uma homenagem ao ator Chadwick Boseman, que era considerado favorito e morreu ano passado.

Com essa estatueta, Anthony Hopkins se tornou o ator mais velho a ganhar um Oscar. Antes, o recorde era de Christopher Plummer, que venceu, aos 82 anos, como coadjuvante por “Toda forma de amor”, em 2010.

Por causa da pandemia da Covid-19, a festa de premiação dos melhores do cinema aconteceu em dois lugares de Los Angeles: no Dolby Theatre e no Union Station.

Confira abaixo os ganhadores do Oscar 2021:

– Melhor Filme
Nomadland

– Melhor Ator
Anthony Hopkins, por Meu Pai

– Melhor Atriz
Frances McDormand, por Nomadland

– Melhor Direção
Chloé Zhao, por Nomadland

– Melhor Ator Coadjuvante
Daniel Kaluuya, por Judas e o Messias Negro

– Melhor Atriz Coadjuvante
Yuh-Jung Youn, por Minari

– Melhor Roteiro Adaptado
Christopher Hampton, Florian Zeller, por Meu Pai

– Melhor Roteiro Original
Emerald Fennell, por Bela Vingança

– Melhor Filme Internacional
Durk – Dinamarca

– Melhor Fotografia
Mank

– Melhor Documentário
My Octopus Teacher

– Melhor Documentário em Curta-Metragem
Colette

– Melhor Curta-Metragem
Two Distant Strangers

– Melhor Animação
Soul

– Melhor Curta de Animação
If Anything Happens I Love You

– Melhor Canção Original
Fight For You (Judas e o Messias Negro)

– Melhor Trilha Sonora Original
Soul

– Melhor Edição
O Som do Silêncio

– Melhor Figurino
A Voz Suprema do Blues

– Melhor Cabelo e Maquiagem
A Voz Suprema do Blues

– Melhor Edição de Som
O Som do Silêncio

– Melhor Design de Produção
Mank

– Melhores Efeitos Visuais
Tenet