ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Mulher que inventou estupro dentro de condomínio na Barra é indiciada por falsa comunicação de crime

4 de maio de 2018

Mulher que inventou estupro dentro de condomínio na Barra é indiciada por falsa comunicação de crime

RIO – Foi indiciada por falsa comunicação de crime a dona de um salão de beleza que inventou, em depoimento à polícia, que tinha sido assaltada e estuprada por três homens dentro do condomínio Novo Leblon, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, no último fim de semana. Jeniffer Andrade contou em depoimento que inventou a versão por problemas familiares com o marido.

Jennifer mexe naturalmente no celular após o falso estupro. Reprodução das câmeras de segurança do condomínio Novo Leblon

RIO – Foi indiciada por falsa comunicação de crime a dona de um salão de beleza que inventou, em depoimento à polícia, que tinha sido assaltada e estuprada por três homens dentro do condomínio Novo Leblon, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, no último fim de semana. Jeniffer Andrade contou em depoimento que inventou a versão por problemas familiares com o marido.

Os exames que a mulher realizou não apontaram para o crime de estupro. O marido de Jeniffer também prestou depoimento e foi liberado, assim como ela.

Imagens de câmeras de segurança obtidas pela polícia mostram a dona do salão andando normalmente e mexendo no celular após o falso estupro.

Jeniffer Andrade pode cumprir pena de até um ano de prisão.