ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Morre jornalista Rafael Henzel, um dos sobreviventes da tragédia da Chape

27 de março de 2019

Morre jornalista Rafael Henzel, um dos sobreviventes da tragédia da Chape

CHAPECÓ – A Chapecoense pediu à CBF o adiamento do jogo contra o Criciúma, hoje (27) à noite, pela 3º fase da Copa do Brasil, na Arena Condá. O clube fez o pedido por causa da morte do jornalista Rafael Henzel, um dos quatro brasileiros sobreviventes da tragédia aérea envolvendo o time da Chapecoense. O acidente matou 71 pessoas, na Colômbia, em novembro de 2016.

Rafael Henzel teve um mal súbito durante uma partida de futebol. Divulgação Sirli Freitas / Chapecoense

CHAPECÓ – A Chapecoense pediu à CBF o adiamento do jogo contra o Criciúma, hoje (27) à noite, pela 3º fase da Copa do Brasil, na Arena Condá. O clube fez o pedido por causa da morte do jornalista Rafael Henzel, um dos quatro brasileiros sobreviventes da tragédia aérea envolvendo o time da Chapecoense. O acidente matou 71 pessoas, na Colômbia, em novembro de 2016.

A CBF não costuma mudar datas de jogos em função do falecimento de jornalistas, mas a Chape entende que o caso de Henzel é diferente.

Rafael Henzel morreu ontem (26) à noite, aos 45 anos, após sofrer um infarto enquanto jogava bola. Ele trabalhava atualmente na Rádio Oeste Capital. O jornalista deixa esposa e um filho de 10 anos.

A família autorizou a doação das córneas, e, durante a madrugada, uma cirurgia foi realizada para retirar as córneas do jornalista. 

O corpo de Rafael Henzel está sendo velado no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes, que fica ao lado da Arena Condá, em Chapecó, no Oeste catarinense. Às 16h será realizada uma cerimônia em homenagem ao jornalista e logo em seguida será o sepultamento no cemitério Parque Jardim do Éden.