ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos diz não se arrepender de frase sobre cores para meninos e meninas

4 de janeiro de 2019

Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos diz não se arrepender de frase sobre cores para meninos e meninas

BRASÍLIA – A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, afirmou que não se arrepende da declaração polêmica que fez sobre cores para meninos e meninas.

Em entrevista ao “Jornal das Dez”, da GloboNews, ontem (3) à noite, Damares voltou a dizer que a frase em que afirmou que “menino veste

Ministra Damares Alves. Divulgação Agência Brasil/ Valter Campanato

BRASÍLIA – A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, afirmou que não se arrepende da declaração polêmica que fez sobre cores para meninos e meninas.

Em entrevista ao “Jornal das Dez”, da GloboNews, ontem (3) à noite, Damares voltou a dizer que a frase em que afirmou que “menino veste azul e menina veste rosa” era uma metáfora contra o que chama de "ideologia de gênero". A declaração provocou repercussão e ficou entre os assuntos mais comentados nas redes sociais ontem (3).

Ainda durante a entrevista, a ministra foi questionada sobre políticas públicas para a população LGBTI e afirmou que nenhum direito adquirido será violado pelo governo Bolsonaro, ao comentar sobre a adoção de crianças por casais gays.

Sobre a Medida Provisória assinada por Bolsonaro que não deixa explícito que a comunidade LGBTI faz parte das políticas e diretrizes à promoção dos direitos humanos, como constava anteriormente, Damares Alves afirmou que o assunto ficará subordinado à Secretaria Nacional de Proteção Global, e que houve apenas uma mudança de nome.