Ministério da Fazenda faz estimativa do prejuízo causado à economia pela greve dos caminhoneiros

Arquivo Agência Brasil/Tomaz Silva

BRASÍLIA – O Ministério da Fazenda estimou em R$ 15 bilhões o prejuízo causado à economia do país pela greve dos caminhoneiros, que parou o país por 11 dias em maio. A pecuária foi uma das mais atingidas. Sem receber ração, criadores tiveram que sacrificar animais. Produtores de leite jogaram fora milhões de litros que não puderam chegar ao consumidor.

Especialistas afirmam que os efeitos da greve vão afetar o Produto Interno Bruto (PIB). Na última semana, analistas do mercado ouvidos pelo Banco Central projetaram pela primeira vez, em 2018, um PIB abaixo de 2%. Todas as previsões anteriores eram acima desse patamar.

Nas negociações para encerrar a greve, o governo aceitou baixar em R$ 0,46 o preço do litro do diesel. Além disso, prometeu uma tabela com preço mínimo para o frete, que o agronegócio rejeitou e forçou uma nova discussão dos valores.