ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Ministério da Agricultura proíbe venda de seis marcas de azeite fraudado

9 de julho de 2019

Ministério da Agricultura proíbe venda de seis marcas de azeite fraudado

BRASÍLIA – O Ministério da Agricultura proibiu a venda de seis marcas de azeite de oliva fraudado e impróprio para o consumo humano. Não poderão ser vendidas as marcas Oliveiras do Conde, Quinta Lusitana, Quinta D’oro, Évora, Costanera, e Olivais do Porto.

Seis marcas de azeite de oliva fraudado são impróprios para o consumo humano. Foto divulgação

BRASÍLIA – O Ministério da Agricultura proibiu a venda de seis marcas de azeite de oliva fraudado e impróprio para o consumo humano. Não poderão ser vendidas as marcas Oliveiras do Conde, Quinta Lusitana, Quinta D’oro, Évora, Costanera, e Olivais do Porto.

Os estabelecimentos que forem flagrados comercializando as marcas após a advertência poderão ser multados em R$ 5 mil por ocorrência, mais 400% sobre o valor dos produtos.

As marcas fraudadas foram identificadas depois que uma fábrica clandestina em Guarulhos, no estado de São Paulo, foi descoberta numa Operação Policial.

Os produtos eram compostos por uma mistura de óleos sem a presença de azeite de oliva.