ouça
ao vivo

botão de play

Tocando agora

...

...

Home > Notícias > Marielle Franco, 5ª vereadora mais votada do Rio, é assassinada a tiros no Estácio

15 de março de 2018

Marielle Franco, 5ª vereadora mais votada do Rio, é assassinada a tiros no Estácio

Arquivo Agência Brasil

RIO – A vereadora Marielle Franco (PSOL), de 38 anos, foi assassinada a tiros, ontem (14) à noite no Estácio, Centro do Rio. O motorista da vereadora, Anderson Pedro Gomes, de 39, que dirigia o carro, também foi morto, e uma outra passageira, assessora de Marielle, foi atingida por estilhaços.

Os três voltavam de um evento na Rua dos Inválidos, na Lapa, quando um carro parou ao lado do veículo que eles estavam na Rua Joaquim Palhares, e dois bandidos fizeram diversos disparos.
Os criminosos fugiram sem levar nada, e a perícia encontrou nove cápsulas de tiros no local. A principal linha de investigação é de que o crime foi uma execução. Autoridades e parlamentares de diferentes partidos do Rio divulgaram notas de pesar pela morte da vereadora do Psol. O ministro da segurança pública, Raul Jungmann, disse que falou com o interventor federal no estado e colocou a Polícia Federal à disposição para auxiliar em toda a investigação. 

Marielle Franco se elegeu em 2016 como a quinta mais bem votada, com o apoio de 46 mil eleitores. Ela deixa uma filha de 19 anos. O corpo de Marielle será velado na Câmara dos Vereadores a partir das 11h. Um dia antes de ser assassinada, Marielle reclamou da violência na cidade, no Twitter. No post, ela questionou a ação da Polícia Militar: "Mais um homicídio de um jovem que pode estar entrando para a conta da PM. Matheus Melo estava saindo da igreja. Quantos mais vão precisar morrer para que essa guerra acabe?".

Nascida e criada na Maré, Marielle estudou sociologia na PUC, com o apoio de bolsa integral, e fez mestrado em administração pública na UFF. Foi assessora parlamentar do deputado estadual Marcelo Freixo, seu colega no Psol, até se eleger para o legislativo municipal há dois anos.